Itaúna, 26 de setembro de 2018

Cadastro

08 de setembro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 08 de setembro de 2018 às 09h13

PASSAGEM DE ÔNIBUS

Vereadores “esqueceram” comissão para rever aumento

Grupo do prefeito movimenta nos bastidores e acaba com esperança dos usuários

Quando o prefeito publicou o decreto autorizando o aumento no preço das passagens, em 20 de maio, nas semanas imediatamente seguintes os vereadores se movimentaram com propostas de revisão e até anulação do decreto. Isso deu esperanças aos usuários do transporte coletivo na cidade, de que o ato poderia ser revisto. Uma Comissão Especial foi montada, com a participação dos vereadores Joel Arruda, Alexandre Campos e Lacimar Cesário. Os dois primeiros estavam frontalmente contra o aumento e Joel chegou inclusive a propor a anulação do decreto do prefeito, proposta esta que foi derrubada com a argumentação de que feria a legislação. A reportagem da FOLHA apontou que a situação dificilmente seria mudada e que, com o passar do tempo, a vontade do prefeito prevaleceria e o preço seria mantido.
Nesta semana a reportagem entrou em contato com vereadores que faziam parte da comissão e foi apurado que Joel Arruda, alegando que estaria acumulando várias comissões, pediu sua saída da Comissão Especial Para Análise das Planilhas do Transporte Coletivo. Em seu lugar foi nomeado o líder do prefeito, Hudson Bernardes. Assim, Alexandre ficou isolado e também pediu para deixar sua função na Comissão, visto que seria “voto vencido”, já que Hudson e Lacimar apoiariam a vontade do prefeito. Foi apurado ainda que a saída de Joel teria ocorrido após pressão da administração para, assim, ter maioria e obter decisão a seu favor. O pedido de Alexandre já foi protocolado, porém, não foi nomeado seu substituto. A verdade é que os vereadores já “esqueceram” o assunto, que só voltará a ser debatido quando novo aumento for decretado, conforme afirmou um cidadão desolado, após saber dos rumos que tomaram a Comissão Especial.