Itaúna, 23 de setembro de 2018

Cadastro

12 de maio de 2018 às 07h00 - Atualizado: 12 de maio de 2018 às 09h57

VARRIÇÃO DE RUAS

SAAE prorroga contratos por mais 30 dias

Terceirização anunciada, gera prorrogações “picadas” de contratos devido a atraso na solução do problema, o que demonstra completa desorganizaç&atild

Conforme a FOLHA anunciou há algumas edições, o SAAE vai repassar o custeio da varrição para a Prefeitura que, por sua vez, deve terceirizar o serviço, visto que não tem servidores concursados para o setor e não teria como contratar, devido ao fato de estar com o limite de gastos com pessoal “estourado”. Isso tem gerado prorrogações dos contratos dos servidores, “picadas”, por parte do SAAE. A maioria dos contratos venceu no mês de março passado, visto que inicialmente foram assinados em maio de 2017, com prazo de validade de 10 meses.
Esses contratos foram prorrogados por 60 dias, com a expectativa da direção do SAAE de que neste prazo a questão já estaria solucionada. Com esta prorrogação, venceram em maio e, nesta semana, a edição de 8 de maio (terça-feira) trouxe mais uma prorrogação de vários contratos com os varredores (nominados como Coletor II), por um prazo de 30 dias, vencendo em junho, possivelmente na expectativa de que até o início do próximo mês a situação esteja resolvida. Porém, ainda não há informação sobre licitação para a terceirização, assim, o prazo não deve ser cumprido, o que vai gerar nova prorrogação.