Itaúna, 15 de novembro de 2018

Cadastro

01 de setembro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 08 de setembro de 2018 às 09h13

CORPOS QUEIMADOS EM CAJURU

Polícia Civil ouve testemunhas em Itaúna

Jovens de 19 e 17 anos foram parcialmente carbonizadas e tinham ferimentos de arma branca pelo corpo. Civil aponta envolvimento com tráfico de drogas

Os corpos de Brenda (detalhe) e da menor foram deixados à beira de uma estrada

Dois corpos parcialmente queimados foram encontrados na manhã da última quarta-feira, 29, por volta das 7 horas, em uma estrada da Serra do Galinheiro, zona rural de Carmo do Cajuru. Segundo as informações do delegado Dr. Wesley Amaral, responsável pelo caso, pessoas que passavam pelo local encontraram os corpos e acionaram a Polícia Militar.
Ainda conforme a Polícia, as vítimas foram identificadas como a jovem Brenda Lorraine Santiago da Silva, de 19 anos e uma adolescente, identificada pelos familiares, R.F.S., de 17 anos, ambas moradoras de Itaúna. Brenda teria passagens por tráfico de drogas. A suspeita da PC é que as duas vítimas tenham envolvimento com o tráfico.
Os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal – IML de Divinópolis e um exame de DNA foi pedido para confirmação da identidade. Equipes policiais de Carmo do Cajuru, Divinópolis e Itaúna foram acionadas para fazer rastreamento na região e buscar informações sobre o caso. A perícia e a Polícia Civil também estiveram no local. Foi constatado pela perícia que as vítimas tinham marcas de golpes de arma branca, como faca, por exemplo. Pelas imagens dos corpos, é possível notar que uma das jovens teve o peito, braços, tronco e as coxas queimados, e a outra toda a região da cabeça até o quadril.
As investigações continuaram durante a semana e, durante a tarde de quinta-feira, 30, o delegado Dr. Wesley ouviu diferentes pessoas na Delegacia de Itaúna como parte do caso. Em conversa com a reportagem, ele afirmou que não pode informar o nome das pessoas ouvidas e disse que, por enquanto, também não pode divulgar detalhes da investigação para não atrapalhar. Por meio da Assessoria da PC, também foi informado que são falsos os boatos de que a jovem Brenda estaria sendo ameaçada de morte por envolvimento com o tráfico de drogas em Betim.
Quem tiver informações que possam ajudar a polícia pode entrar em contato pelo 190 ou pelo Disque Denúncia Unificado, 181.