Itaúna, 21 de abril de 2019

Cadastro

13 de abril de 2019 às 07h00 - Atualizado: 20 de abril de 2019 às 08h58

Operação de guerra no Itaunense

Justiça Federal manda retirar invasores de apartamentos no Residencial Vera Cruz

Uma verdadeira operação de guerra foi montada para a retirada de invasores de apartamentos no Residencial Vera Cruz, situado no Bairro Itaunense II, na quinta-feira, dia 11. Participaram da ação a Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Polícia Federal (PF), Corpo de Bombeiros, SAMU, servidores da Prefeitura e Cemig. A desocupação foi determinada após o Ministério Público Federal (MPF) dar entrada com ação civil pública na Justiça Federal, pedindo a retirada dos invasores, o que foi cumprido na quinta-feira. Desde a manhã, várias informações circularam nas redes sociais, inclusive com um vídeo mostrando o forte aparato policial empregado na ação.
Conforme a denúncia do MPF, vários dos 105 apartamentos do residencial tinham sido invadidos, sendo que em alguns casos os moradores foram expulsos do local que servia, também, de ponto de tráfico de drogas, prostituição, depósito de mercadorias roubadas e desmanche de veículos, além de servir de abrigo para marginais. Para evitar quaisquer problemas, as aulas na escola que fica próxima ao local foram suspensas e todas as medidas de segurança foram tomadas pelas autoridades policiais.
Após a desocupação, a expectativa é de que os verdadeiros proprietários dos imóveis possam ocupá-los. Moradores da região demonstraram certo alívio com a ação, já que a violência aumentou no entorno do residencial e, conforme a PM, mais de 40 ocorrências policiais foram registradas envolvendo o Vera Cruz nos últimos meses. Ainda há receio de que os bandidos retornem ao local, porém, a polícia garantiu que vai fazer rondas ostensivas nas imediações para evitar esse tipo de ocorrência. A Prefeitura ofereceu veículos para o transporte dos móveis dos invasores, além de servidores para auxiliar na operação. Estes bens ficarão guardados por até 5 dias em imóvel do município, localizado no Bairro Morro do Sol. Também foram oferecidas passagens para famílias de outras cidades que estavam na ocupação.