Itaúna, 21 de fevereiro de 2019

Cadastro

09 de fevereiro de 2019 às 07h00 - Atualizado: 09 de fevereiro de 2019 às 10h42

Museu Municipal será revitalizado em cinco meses

Proposta visa a integração de espaços e a criação de um local agradável para as famílias itaunenses, além da proteção do acervo

Na última semana, a Prefeitura de Itaúna concretizou mais uma ação para recuperação de bens importantes para a comunidade. Foi assinada no último dia 31 de janeiro a ordem de serviços para a revitalização do Museu Municipal Francisco Manoel Franco e as obras já foram iniciadas. A revitalização do prédio da antiga estação ferroviária, que abriga o museu municipal, é reivindicação antiga e promoverá mudanças significativas, não só na edificação, como também no entorno da Praça João Pessoa.
As obras estão a cargo da Construtora Objetivo, vencedora de processo licitatório realizado pela Prefeitura. O prazo para a entrega, previsto em contrato, é de cinco meses. O projeto está sendo executado com recursos do Fundo Municipal do Patrimônio Artístico e Cultural – Fumpac, verba específica para ações do setor. As obras, orçadas em aproximadamente R$ 180 mil, contemplam a reforma completa do prédio, com melhorias nos banheiros, telhado, restauração da rede elétrica e hidráulica, pintura e acessibilidade para portadores de deficiências e pessoas com mobilidade reduzida.
Na reunião, a secretária municipal de Educação e Cultura, Alessandra Nogueira Santos Araújo, abordou a importância do imóvel que abrigava a antiga Estação Ferroviária, datado de 1911, além de ressaltar a segurança e qualidade de vida que as intervenções garantirão aos moradores daquela região. Segundo a secretária, a proposta de revitalização visa a integração de espaços e a criação de um local agradável para as famílias itaunenses, além da proteção do acervo, o que é uma grande preocupação.

História viva

O Museu Francisco Manoel Franco faz parte do Centro Histórico de Itaúna e está interditado há mais de cinco anos, por causa da situação precária do imóvel, com riscos para os frequentadores e o acervo. Além das peças que fazem parte da memória da cidade, com exposição permanente, haverá salas para exposições itinerantes e também uma cafeteria. A proposta da administração é integrar ao Museu Municipal a Praça da Estação, com a criação de um espaço adequado para apresentações artísticas e convivência da população.