Itaúna, 21 de abril de 2019

Cadastro

13 de abril de 2019 às 07h00 - Atualizado: 13 de abril de 2019 às 12h21

DENGUE

Itaúna destoa positivamente das cidades da região

Índice itaunense é de 28,6 por 100 mil, o mais baixo dentre as cidades do entorno

Boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde - SES, no último dia 8 de Abril, mostra Itaúna com um dos menores índices de incidência de Dengue na região, sendo o menor comparando com as cidades do entorno. Enquanto a vizinha Itatiaiuçu apresenta um dos índices mais elevados, com 1.320/100.000, Itaúna está com incidência de 28,6/100.000. “Mas o ideal é zero. Por isso não podemos facilitar e temos de ampliar os trabalhos”, disse o secretário de Saúde, Fernando Meira de Faria, abordando o assunto.
As cidades do entorno de Itaúna apresentam os seguintes índices de incidência de Dengue, conforme o boletim da SES: Carmo do Cajuru, 153,60/100.000, incidência Média; Divinópolis, 196,65/100.000, incidência Média; Igaratinga, 123,26/100.000, incidência Média; Itaúna, 28,6/100.000, incidência Baixa; Itatiaiuçu, 1.320,70/100.000, incidência Muito Alta; e Pará de Minas, 397,89/100.000, incidência Alta. A definição do volume de incidência nas classificações é a seguinte: incidência baixa: menos de 100 casos prováveis por 100.000 habitantes; incidência média: 100 a 299 casos prováveis por 100.000 habitantes; incidência alta: de 300 a 499 casos prováveis por 100.000 habitantes; e incidência muito alta: mais de 500 casos prováveis por 100.000 habitantes.
A Secretaria de Saúde de Itaúna tem realizado campanhas constantes de combate e prevenção à Dengue, combatendo os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Febre Amarela, Zika e Chikungunnya. E alerta que apenas as ações do poder público não são suficientes para combater o problema. É preciso que toda a população esteja comprometida em manter os índices baixos e a cidade livre da epidemia que assola o estado com incidência bastante alta na região Centro-Oeste, como divulgado recentemente pela SES.