Itaúna, 25 de maio de 2019

Cadastro

11 de maio de 2019 às 07h00 - Atualizado: 18 de maio de 2019 às 11h03

ASSALTANTE IDENTIFICADO

Depois de 6 assaltos a ônibus, homem tentou roubar banco

Suspeito tem passagens por assalto, roubo, furto e tráfico de drogas e foi reconhecido nas imagens do assalto ao Bradesco

O suspeito foi reconhecido, inicialmente, por várias vítimas de assaltos a ônibus ocorridos nos últimos dias na cidade. O primeiro registro é do dia 25 de abril, quando, por volta de 21h, ele participou de assalto a um ônibus da linha Leonane/Morro do Sol. O assalto foi praticado quando ele entrou no coletivo, na Rua Rio Negro, no Bairro Piedade. Um dia depois, 26 de abril, o assalto aconteceu em ônibus da linha Morada Nova, em torno de 7h55, quando o veículo passava pela Rua 13 de Maio. No dia 27, novamente pela manhã, às 5h50, um novo assalto a ônibus, quando esse passava pela Avenida Manoel da Custódia. Como as ações rendiam pequenas quantias e alguns objetos de valor, ele continuou: no dia 28, às 18h50, assaltou um cidadão que passava pela Rua 13 de Maio, no Bairro Piedade, quando atuou em companhia de mais um elemento, baixo e, também, forte.
O ataque ao banco Bradesco, que não teve sucesso, já que os bandidos não levaram dinheiro, aconteceu no dia 30 de abril, dois dias após o assalto no bairro Piedade. O mesmo homem foi reconhecido nas imagens que registraram a ação dos bandidos. Eram quatro homens, utilizando duas motocicletas, sendo uma delas com registro de roubo e que foi abandonada na região de Santanense. Conforme a reportagem já adiantava, as suspeitas eram de que o crime havia sido cometido por bandidos da cidade. Mas o suspeito continuou e foi reconhecido em mais três ações. No dia primeiro, seguinte ao assalto frustrado, ele efetuou um assalto a ônibus no final do ponto da linha Morada Nova, por volta de 6h30. No mesmo dia ele foi reconhecido em outro assalto a ônibus, cometido na Rua 13 de maio, no Bairro Piedade, este fato registrado às 12h10. E no dia 3 de maio mais um assalto a ônibus, desta feita da linha Cidade Nova. O assalto foi cometido por volta da meia-noite. De posse de todas essas informações, o delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Itaúna, Jorge Antônio P. Mello, agiu rápido com sua equipe, identificou e prendeu Mardeli Ferreira de Souza Costa Júnior. Conforme o delegado, ele tem várias passagens pela polícia, não tem endereço fixo e foi reconhecido pelas vítimas dos assaltos e nas imagens do roubo ao banco.
“Nós temos vários outros indícios de sua participação também no assalto”, disse o delegado. Jorge Mello informou ainda que está concluindo as apurações para chegar aos três comparsas de Mardeli para que possa encaminhar as denúncias à Justiça, com as acusações contra o bandido e seus comparsas.