Itaúna, 24 de outubro de 2017

Cadastro

30 de setembro de 2017 às 07h00 - Atualizado: 07 de outubro de 2017 às 10h16

Bandidos roubam Magazine Luíza e trocam tiros com policiais

Assalto aconteceu durante a tarde da segunda-feira. Indivíduos tentaram fugir e foram detidos pelos militares

Na tarde da última segunda-feira, 25, por volta das 14h30, a PM realizava operação quando recebeu informações de que havia ocorrido um roubo à mão armada na loja Magazine Luíza, localizada na Rua Silva Jardim, 185, no Centro.
Conforme consta no B.O., de imediato, os militares iniciaram rastreamento, quando na mesma rua, próximo à travessia da linha férrea, depararam com um veículo Fiat Pálio, de cor verde, placa NFF-4387, tendo o motorista tentado fugir trafegando com o veículo sobre o passeio, ao perceber a viatura policial. Após serem ordenados a parar o veículo, um dos passageiros efetuou vários disparos de arma de fogo contra os policiais, que, para repelir a agressão, também efetuaram disparos, causando danos no automóvel.
Ainda de acordo com informações, um dos indivíduos foi alcançado e preso, sendo identificado como Mateus de Oliveira Silva, de 29 anos. Ao serem feitas buscas, foi encontrado com o mesmo a quantia de R$ 2.917 em dinheiro. Ainda em rastreamento, os militares avistaram outros dois indivíduos que embarcaram no trem em movimento, tendo um dos autores efetuado disparos contra os policiais. Um deles foi detido e identificado como Tiago Júnior dos Santos, de 28 anos. Um terceiro autor continuou sua fuga, pulando muros de residências no bairro Irmãos Auler, sendo também detido e identificado como Ronaldo Roque da Silva dos Reis, de 30 anos, que estava com R$ 2.950 em dinheiro escondidos dentro da cueca. A Polícia informou que Ronaldo usava tornozeleira eletrônica.
Ainda segundo informações constantes do B.O., foram feitas buscas no interior do veículo apreendido, onde foram localizados seis celulares, as vestimentas usadas no crime e um revólver calibre .38 com seis munições. Conforme a Polícia, todo o material foi apreendido e os autores foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil. No local foi verificado que Tiago na verdade seria Igor Ribeiro de Campos, o qual teria apresentado um documento falso e possuía extensa ficha criminal. Dois dos autores foram reconhecidos por outro roubo cometido em uma loja da mesma rede em Igarapé.