Itaúna, 23 de janeiro de 2018

Cadastro

06 de janeiro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 06 de janeiro de 2018 às 10h20

Atenção redobrada contra o Aedes Aegypti

Agentes de Controle de Endemias reforçam visitas aos imóveis residenciais e comerciais

Com a chegada do verão, estação definida pelas altas temperaturas e as chuvas constantes, o ambiente é perfeito para a proliferação do Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, que necessita de água parada e calor para se reproduzir, e com isso, para eliminar os focos do mosquito, os Agentes de Controle de Endemias – ACE, do município, estão reforçando as visitas aos imóveis residenciais e comerciais em todas as regiões da cidade, incluindo a zona rural.
Segundo um levantamento divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, o Índice de Incidência do Aedes Aegypti aumentou de 0,9%, em outubro, para 1,79%, em novembro, em algumas regiões de Itaúna, o que significa médio risco de infestação de larvas.
A equipe da Zoonoses vistoriou centenas de casas, incluindo os pontos considerados estratégicos para o desenvolvimento do inseto, como locais de reciclagem e ferro velho, e recolheu 161 amostras de água parada em 18 bairros.
A região mais crítica do município foi o bairro Nova Vila Mozart, onde o percentual de focos foi superior ao encontro em outras localidades.
Para combater o problema, agentes de saúde priorizam a orientação social com visitas constantes às residências, além de promover a eliminação dos focos.