Itaúna, 17 de dezembro de 2018

Cadastro

10 de março de 2018 às 07h00 - Atualizado: 17 de março de 2018 às 10h20

TRANSPORTE COLETIVO

Alexandre Campos pede “CPI da Passagem”

Passagem deve ir a R$ 3,60. Populares questionam os índices pedidos pela empresa e querem os vereadores contra o aumento

Na reunião da Câmara, de terça-feira, 6, o possível aumento no preço da passagem do transporte coletivo da cidade dominou as discussões, com populares questionando os índices pedidos, e cobrando dos vereadores posicionamento contrário ao aumento. Vários edis se manifestaram apoiando os manifestantes, inclusive com a informação de que o índice pedido, de 13% “está fora de cogitação”. Porém, a postura mais firme ficou com o vereador Alexandre Campos que usou a tribuna para pedir a instalação de uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito, para analisar o contrato com a Autotrans e possivelmente, vetar o aumento.
Não ficou definido na Câmara se haverá a instalação da CPI, e a proposta de se elaborar uma planilha da Câmara, para avaliar a necessidade (ou não) de reajuste das passagens, parece que não será realizada, já que o presidente da Casa expôs os motivos pelos quais seria aconselhável não fazê-lo. A reportagem tem informações seguras de que o reajuste será concedido, não nos índices solicitados pela Autotrans, com a passagem indo no máximo a R$ 3,60.