Itaúna, 20 de janeiro de 2019

Cadastro

12 de janeiro de 2019 às 07h00 - Atualizado: 19 de janeiro de 2019 às 11h22

Ponto de Vista

ZEMA EM ITAÚNA O governador Romeu Zema (Novo) esteve em Itaúna na quinta-feira (10) pela manhã conhecendo as dependências e as atividades dos cerca de 200 recuperandos da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) – a primeira implantada no Estado. Zema, segundo a Agência Minas, órgão oficial de imprensa, ressaltou a importância do modelo, exemplo internacional para a ressocialização de condenados. “Vejo que é um caminho que temos que incentivar mais em Minas Gerais, pois representa um maior grau de ressocialização por parte do recuperando e também um custo menor para o Estado”, sugeriu.
ZEMA (2) A imprensa foi impedida de acompanhar a comitiva e várias perguntas ficaram em aberto: o projeto será extendido a outras cidades mineiras? O que ficou acordado em relação à dívida do Estado com Itaúna, de cerca de R$ 25 milhões? O governo auxiliará o Município na execução de obras e projetos pendentes? Zema veio a Itaúna a convite do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Minas Gerais conta hoje com 83 Apacs, das quais 45 mantêm convênio com o Governo do Estado, sendo seis em construção e 39 em funcionamento, totalizando 3.708 vagas.
REAÇÕES No WhatsApp, populares ironizaram a inusitada visita do novo governador de Minas. “A única coisa que funciona em Itaúna é presídio”. Em outro comentário, questionaram: “Por que não apresentou o hospital para o governador?”. Em tempo: em 2016, o ex-governador Fernando Pimentel (PT) cancelou a vinda a Itaúna para uma possível realização do Fórum Regional na cidade. Ficou só na promessa.
ORGULHO PARA ITAÚNA O modelo da Apac é um orgulho para Itaúna, no Brasil e fora do país. Digo e repito que a cidade tem um enorme potencial social e econômico e tudo o que é produzido aqui merece ser devidamente valorizado. Itaúna pode pensar grande.
A FEIRA DEU RESULTADO? Leitora enviou mensagem ao @viuitauna injuriada com a Feira de Empregadilidade, realizada em 22 de novembro pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e entidades parceiras. Segundo ela, os candidatos, que encararam horas de filas em volta do quarteirão da Rua Capitão Vicente, necessitam saber se serão chamados ou não às vagas de emprego. De 8h às 11h30, foram cadastrados cerca de 1.500 candidatos para 273 oportunidades de trabalho. “O CDL nunca mais comentou o fato. Eles têm obrigação de dar satisfação à população. Esse pessoal já sofre por estar desempregado e ainda passa por humilhações desta natureza. Só quem ficou naquela fila durante 6 horas sabe como foi difícil. Pais e mães de familia, pessoas realmente necessitadas de auxílios”, desabafa. Procurado, o Centro de Desenvolvimento Econômico e Social de Itaúna (CDE), que abriga a CDL, afirma que o resultado da feira está em fase de levantamento e ainda depende de informações de algumas empresas, mas logo será divulgado.
CÂMARA EM 2018 46. Esse é o total de reuniões ordinárias, extraordinárias e solenes realizadas pela Câmara de Itaúna em 2018. As plenárias retornam em 5 de fevereiro, depois de uma coturbada eleição da Mesa Diretora em novembro e dezembro.
QUEIXA CRIME Prefeito Neider Moreira (PSD) ajuizou na Justiça queixa crime contra radialista por ter sido chamado de desonesto nas redes sociais. Neider lembra que é pai de família e toda crítica tem de ser construtiva e fundamentada. Concordo. A menos que se prove o contrário, o prefeito não pode ser acusado dessa forma. O radialista já excedeu os limites nos ataques ao governo e servidores públicos faz tempo.

FALE COM A COLUNA viuitauna@gmail.com

Colunas recentes de Bruno Freitas - Ponto de vista

Nenhum resultado encontrado