Itaúna, 26 de setembro de 2018

Cadastro

08 de setembro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 22 de setembro de 2018 às 11h25

Coluna do Cruzeiro

O Cruzeiro continua sua saga no Campeonato Brasileiro. Domingo, empatamos em 0x0 com o Internacional em casa. E se olharmos que os gaúchos estão com um bom time e, inclusive, brigando pelo título, até seria um bom resultado, mas como não estamos pontuando há várias rodadas, o resultado foi muito ruim. Não sou e nem gosto de ficar reclamando de arbitragem, até porque não adianta nada. E para falar a verdade nem adianta o Cruzeiro reclamar na CBF porque os pontos não voltam. Mas foi um absurdo o gol do Cruzeiro que o juiz anulou, sem haver uma irregularidade sequer. A coisa já não anda boa e ainda me aparece um juiz para atrapalhar, aí a “vaca vai pro brejo”.
Na quarta-feira fomos ao Rio de Janeiro e não conseguimos mais que um empate contra o fraquíssimo Botafogo, e nem adianta me virem com a desculpa que o time estava desfalcado, pois nosso time reserva é melhor que o dos botafoguenses, e mesmo fora de casa tínhamos a obrigação de ganhar. Outra coisa inexplicável é o nosso ataque ser um dos piores da competição, mesmo com o Fred, o Sassá e o Rafael Sobis machucados, nosso ataque tem a obrigação de ter um desempenho melhor.
Hoje o Cruzeiro enfrenta o Sport em Recife e, mesmo desfalcado do Dedé, do Arrascaeta e do Henrique, punido pelo terceiro cartão amarelo, terá que vencer. Penso que o “estoque” de desculpas do Mano e dos jogadores já tem que ter acabado e eles têm que dar uma resposta em campo. É como eu já disse, senão daqui a pouco estaremos lutando contra o rebaixamento. Saudações Celestes!

Colunas recentes de Toninho da Banca - Coluna do Cruzeiro

Nenhum resultado encontrado