Itaúna, 21 de setembro de 2018

Cadastro

07 de abril de 2018 às 07h00 - Atualizado: 28 de abril de 2018 às 10h27

Coluna do Cruzeiro

Várias vezes ao longo dos anos comentei que um time vai do “céu ao inferno” em poucos dias. Mas o que aconteceu com o Cruzeiro foi um exagero. De time favorito aos títulos, está quase eliminado da Libertadores e quase sem o título do Campeonato Mineiro, também. Tudo bem, até entendo que o regulamento beneficia equipes que não se deram bem na primeira fase da competição, e por esse motivo, na Europa os campeonatos são de pontos corridos, por ser esse o modo mais justo de se apontar o campeão. O problema é que o Cruzeiro fez uma campanha perfeita na primeira fase do Mineiro e depois perdeu inexplicavelmente por 3x1 o primeiro jogo, tomando os três gols em menos de 10 minutos, e pior, em três lances de bola parada. Não dá nem pra imaginar um time da grandeza do Cruzeiro e com jogadores experientes, ser surpreendido por um time que sempre repete a mesma jogada. Sinceramente. Agora, com esse placar desfavorável fica praticamente impossível o Cruzeiro reverter o placar, mesmo jogando em casa, pois o Atlético já entra em campo sabendo o resultado que ele precisa para levar o título. Ao Cruzeiro só resta ganhar por 2 ou mais gols de diferença.
No meio da semana o Cruzeiro enfrentou o Vasco pela Libertadores precisando da vitória, mas infelizmente não saiu do 0x0, contra um time apenas razoável. É uma situação complicada, pois esses dois resultados comprometeram todos os planos do nosso time para o primeiro semestre. Mas ainda temos que confiar, e por isso vamos lotar o Mineirão e empurrar o Cruzeiro. Saudações Celestes!

Colunas recentes de Toninho da Banca - Coluna do Cruzeiro

Nenhum resultado encontrado