Itaúna, 13 de dezembro de 2018

Cadastro

03 de março de 2018 às 07h00 - Atualizado: 24 de março de 2018 às 10h29

Coluna do Cruzeiro

O Cruzeiro, mesmo jogando com um time quase todo reserva, fez uma ótima partida contra o Boa Esporte. Sinceramente, esperava que o jogo fosse bem mais difícil, até porque o adversário tem um bom time, mas o Cruzeiro logo aos três minutos já estava na frente com um gol do Rafael Sobis. Esse gol jogou por terra todo planejamento do adversário, aí o Cruzeiro só administrou a partida e chegou sem problemas aos 3x0.
Já na terça-feira, na Argentina, a coisa foi totalmente diferente. O time até jogou muito bem, foi pra cima do adversário atacando o tempo todo, marcou dois gols, meteu duas bolas na trave e criou diversas situações de gol, mas a nossa defesa, principalmente o Manoel, entregou o ouro. Mas esse jogo foi atípico por causa das circunstâncias. Logo na segunda-feira teve o falecimento do pai do Fábio. Até acho que tecnicamente não houve prejuízo para o time, porque o Rafael tem totais condições de substituir o Fábio, mas com certeza o grupo sentiu a morte do pai do Fábio. Aí veio o jogo, logo aos seis minutos o Fred teve uma lesão na panturrilha e teve que ser substituído, tudo isso aliado ao fato de que o Léo não pôde jogar porque estava cumprindo suspensão. Tudo isso atrapalhou bastante o time! É óbvio que uma derrota é sempre péssima, mas não tem nada perdido, o Cruzeiro terá a obrigação de vencer o próximo jogo da Libertadores para tentar equilibrar um pouco as coisas.
Amanhã tem o clássico contra o “Atrético”. Como eles estão numa boa fase e jogam em casa, são favoritos, mas mesmo assim o Cruzeiro tem que fazer um bom jogo! Saudações Celestes.

Colunas recentes de Toninho da Banca - Coluna do Cruzeiro

Nenhum resultado encontrado