Itaúna, 16 de agosto de 2018

Cadastro

20 de janeiro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 10 de fevereiro de 2018 às 10h50

Coluna do Cruzeiro

Finalmente matamos a saudade do Cruzeiro! E em grande estilo, com direito a casa cheia e show da China Azul, que mesmo sendo o primeiro jogo do Campeonato Mineiro, mesmo sendo um dia de semana, em que a grande maioria trabalha no outro dia, o Cruzeiro levou mais de 40 mil torcedores ao Mineirão. Isso mostrou que além do amor que a China Azul tem pelo Cruzeiro, a torcida está confiando no time. E esta é a química ideal para se conquistar um objetivo, ou seja, ganhar títulos. A diretoria fez a sua parte, manteve a maioria dos jogadores e reforçou ainda mais o time. A torcida, como sempre, fará a sua parte, então agora só depende dos jogadores. E de um pouco de sorte. Quarta-feira, guardadas as devidas proporções, o Cruzeiro fez uma ótima partida. É claro que o Tupi não é um grande adversário, mas a partida com certeza serviu de teste para o time e para a torcida matar a saudade, lógico! No primeiro tempo, o Cruzeiro abusou dos cruzamentos e passes para o Fred (sabemos que o time sofreu muito o ano passado por falta de um finalizador). Mas essa não pode ser a única jogada, e isso ficou provado. A defesa do Tupi anulou o Fred e com isso, mesmo com o Cruzeiro tendo criado inúmeras oportunidades claras de gol, ele não conseguiu converter nenhuma. No segundo tempo o Mano orientou melhor o nosso ataque, e aí o Rafinha e o Robinho fizeram os gols da vitória! Ainda fica a expectativa para ver o quanto o time ainda vai evoluir e sobre como os novos contratados se sairão, mas com certeza o Cruzeiro vai dar trabalho esse ano. Hoje o nosso Cruzeiro enfrenta a Caldense e precisa de uma vitória, mesmo jogando na casa do adversário! Saudações Celestes.

Colunas recentes de Toninho da Banca - Coluna do Cruzeiro

Nenhum resultado encontrado