Itaúna, 20 de julho de 2018

Cadastro

13 de janeiro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 03 de fevereiro de 2018 às 10h23

Coluna do Cruzeiro

Finalmente o Cruzeiro voltou as atividades. É péssimo quando o time está de férias, fica faltando algo importante no nosso dia-a-dia. E começou recheado de novidades! Para “queimar minha língua”, o Cruzeiro já contratou sete reforços. O último foi o argentino Mancuello. De acordo com a imprensa, o Cruzeiro terá de desembolsar cerca de 6 milhões de reais para tê-lo na Toca da Raposa, até aí tudo bem! O que não entendo é porque o Cruzeiro deixou de ficar com o Hudson, que já era uma realidade, estava adaptado ao grupo, para trazer um jogador que pode dar ou não certo, é no mínimo inexplicável!
Outro detalhe tem chamado a minha atenção. Por ter sido campeão da Copa e por ser um dos times que mais se reforçaram no país, pelo menos até agora, o nosso Cruzeiro está sendo apontado como favorito aos títulos que vai disputar esse ano. E esse clima de “oba oba” é péssimo em todos os sentidos. Eu, ao longo dos anos, já vi, se lê Fla, se lê Vasco, se lê Zeiro, se dar com os burros n’água. Isso, além de criar um clima de adversário a ser batido. Além de todo mundo jogar na retranca e sem dar o algo a mais, além de correr o risco do time ficar “mascarado”. Um bom exemplo é o Palmeiras do ano passado, que era favoritíssimo a ganhar tudo e não ganhou nada! Quem ganhou foi o Cruzeiro e o Corinthians, que ninguém apostava neles!
A verdade é que realmente o Cruzeiro está fortalecido, mas como diz o ditado: “prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém”. Então é manter a humildade e o foco, que com certeza poderemos chegar longe! Mas ganhar títulos é outra história. Mas o Cruzeiro tem no seu DNA, ser campeão, então tomara... Saudações Celestes!

Colunas recentes de Toninho da Banca - Coluna do Cruzeiro

Nenhum resultado encontrado