Itaúna, 30 de abril de 2017

Cadastro

18 de março de 2017 às 01h00 - Atualizado: 08 de abril de 2017 às 10h14

Coluna do Cruzeiro

Tenho que concordar com a minha irmã Letícia: a única coisa que melhorou no América este ano, foi o uniforme. O Coelho deixou de ter no seu uniforme a cor laranja e voltou as suas cores tradicionais. Isto muito me agrada. Mas o futebol que o time vem jogando é que está longe, muito longe mesmo, do que a torcida gostaria de ver. Não teve ainda no ano, nenhum resultado significativo. Nosso time perdeu todas as partidas mais importantes. Perdeu para o Flamengo, o Atlético, e a última foi no clássico, no domingo passado contra o time Azul. Neste jogo, o time começou recuado e com medo do Cruzeiro. E o recuo foi castigado com um pênalti, em que o atacante azul valorizou e aproveitou para se jogar com uma leve carga nas costas. Foi o único gol da partida. O Coelho no primeiro tempo chutou apenas uma bola a gol, mesmo assim, em uma falta do Gerson Magrão. No segundo-tempo foram mais dois lances: aos 30 minutos, uma cabeçada do Renan Oliveira e logo em seguida um chute de fora da área do Hugo Almeida. Muito pouco para um time que jogava “em casa”. Nós torcedores esperávamos mais do que isto. O time tem um meio de campo muito lento, precisa de contra-ataque, e para isto precisa de jogadores de velocidade. A diretoria precisa contratar urgentemente, principalmente para a Segundona do Brasileiro. Nosso próximo adversário será o América de Teófilo Otoni (último colocado na tabela do Mineiro), mas é lá na casa do adversário. O jogo será domingo 19 de março (Dia de São José) às 18h30. O Coelho precisa vencer, e a nós, só resta esperar e torcer. Abraço verde. 

Colunas recentes de Toninho da Banca - Coluna do Cruzeiro

Nenhum resultado encontrado