Itaúna, 19 de novembro de 2018

Cadastro

20 de outubro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 10 de novembro de 2018 às 09h54

Coluna do Atlético

No início deste Brasileirão falei que o Galo deveria ficar no 10º lugar neste campeonato. Estamos no 6º e há quase um século, e agora esta posição está perigando, com o Santos pronto para nos ultrapassar. Hoje na 29ª rodada estamos apenas a quatro pontos à frente do time do Cuca, que levantou o Peixe e muito. No último domingo o Galo jogou pedra no empate com o Coelho do Adilson Batista, que nos deu um nó. Então ficamos no 0x0, graças ao ex-santo Víctor. Estamos hoje com 46 pontos ganhos, 41 perdidos, marcamos 47 gols, sofremos 34, e o saldo é de 13 gols.
No clássico com o América tivemos: o Victor, que fechou o gol galista com ótimas defesas, nota 8; Patric, o mesmo velho e fraco lateral, 5; Leonardo Silva, foi bem, mas não muito, 6; Maidana, aprovado com algumas indecisões, 7; Fábio Santos, já não é mais o mesmo de outrora, 5; Adilson, aceitável no desarme e só, 6; Elias, outro que já deu o que tinha que dar, 5; Cazares, é o sobe e desce do Galo, desta vez só desceu, 5; Luan, fraco, perdeu um gol feito, querendo enfeitar, 5; Ricardo Oliveira, outro artilheiro dos gols perdidos, 5; Thomaz Andrade, regular, o melhorzinho do ataque, 6; Thiago Larghi, uma nota 4 é muito. Amanhã, no Rio de Janeiro, temos mais uma daquelas que o time é de jogar fora, frente ao Fluminense do Marcelo Oliveira (sic).
Hoje, dia 20, é aniversário do Nilmar Eustáquio de Souza, o popular Cabacinha, hoje radicado em Divinópolis, nas rádios locais e daqui recebe os nossos cumprimentos. Na segunda-feira, 22/10, minha mãe estaria comemorando 105 anos, ela que hoje está no céu. João 16, 20 “Em verdade vos digo, haveis de lamentar e chorar, mas o mundo se há de alegrar. E haveis de estar tristes, mas a vossa tristeza se há de transformar em alegria”.

Colunas recentes de Rubens Paulino - Tomé - Coluna do Galo