Itaúna, 18 de dezembro de 2018

Cadastro

01 de dezembro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 15 de dezembro de 2018 às 07h41

Coluna do América

E o nosso América chegou à última rodada do Campeonato Brasileiro com chances de permanecer na Série A. Sinceridade, amigo leitor, eu não acreditava que isto poderia acontecer. Mas, com o retorno do Givanildo para as cinco últimas rodadas, o Coelho conseguiu duas vitórias. Escrevi nos comentários anteriores que o meu time, pelo que vinha jogando no segundo turno, já estava na Segundona o ano que vem. Como eu estava enganado! Pois, com a mudança do técnico, as vitórias aconteceram... O Coelho venceu o Bahia na última rodada, merecidamente. Não foi um jogo maravilhoso de se ver, mas teve muita emoção. O América fez uma partida em que faltou criatividade para ameaçar o adversário – porém, sobrou necessidade pelos pontos em disputa. O Coelho foi certeiro: não criou muito, mas soube aproveitar a chance no começo do segundo tempo, quando Juninho desviou para o gol, assegurando o 1 a 0. O gol foi aos 2 minutos da etapa final, após um lançamento da lateral em direção ao Mateusinho, que a zaga baiana cortou. Luan, com muita vontade, recuperou a bola e tocou para o Rafael Moura, e ele, na entrada da área, levantou a cabeça e viu o Juninho entrando na área pelo meio. Então, com um passe perfeito, o He-man achou o Juninho, que tocou de primeira, e “de canela”, errando o chute, que acabou enganando o goleiro Douglas, que não foi na bola, para alegria da torcida americana. E aos 39’, em outro passe do He-Man, na cara do gol, o Mateusinho teve a chance de fazer o segundo gol. Após receber do Rafael Moura, de frente com o goleiro, ele chutou sobre a trave, lá na arquibancada, para tristeza da torcida. Mas ainda bem que este gol não fez falta. Então, neste domingo o nosso América terá o último jogo do ano e do campeonato da Série A. Será o mais importante do ano, com certeza. A esperança é que os jogadores consigam superar tudo, e que a arbitragem não interfira no resultado da partida em favor dos cariocas. Então, amigo leitor, vamos ver se o meu próximo comentário será de alegria ou de frustação.  Abraço verde.

Colunas recentes de Rogério Augustus - Coluna do América

Nenhum resultado encontrado