Itaúna, 22 de outubro de 2018

Cadastro

22 de setembro de 2018 às 07h00 - Atualizado: 20 de outubro de 2018 às 11h06

Coluna do América

O América enfrentou nas quatro últimas rodadas adversários da parte de baixo da tabela. Estes, juntamente com o nosso Coelho, lutam contra o rebaixamento e os resultados não foram nada satisfatórios. O nosso time marcou apenas 4 pontos (empate com o Ceará e vitória sobre o Vasco) e com as derrotas para o Vitória e Botafogo estamos a apenas 3 pontos da zona da degola. E para piorar a situação, depois da chegada do Adilson Batista, a equipe já teve quatro jogadores expulsos (Wesley contra o Inter, Aderlan contra o Flu, Rafael Moura contra o Vitória e o Luan no último jogo). Aí, com um jogador a menos, o time tem facilitado a vida dos adversários. Também as lesões têm atrapalhado muito.
O nosso próximo adversário será o São Paulo, que é o líder do Brasileirão. E cabe observar que o Coelho marcou pontos em apenas três partidas das 12 disputadas fora de Beagá. Se o técnico não conseguir mudar esta situação, a luta contra a volta para a segundona se tornará desesperadora. O sinal de alerta vai ficando cada vez mais forte, e a cada oportunidade perdida, a cada passe errado, o coração do torcedor fica mais acelerado.
As contratações (Lincohn, Wesley Pacheco, Robinho...) e os que voltaram de lesões (Matheusinho...) quase nada acrescentaram a equipe. Não fizeram nenhuma assistência, e muito menos gols. O Matheusinho, então, tem sido uma decepção, era a esperança da torcida e não tem correspondido. Contra os próximos adversários, os jogadores terão que se superar. E mais, o Adilson não pode deixar o time jogar só se defendendo. Para permanecer na primeira divisão, a diretoria americana tem é que aumentar o nível de cobrança. É isto que a torcida espera. Pelo que o América fez até agora no campeonato, não pode deixar tudo ir “por água abaixo”. Vamos ver como será o meu próximo comentário. Abraço verde!

Colunas recentes de Rogério Augustus - Coluna do América

Nenhum resultado encontrado