Itaúna, 20 de outubro de 2018

Cadastro

09 de junho de 2018 às 07h00 - Atualizado: 30 de junho de 2018 às 09h51

Coluna do América

Desde o último comentário, o América jogou 4 vezes. Nos 12 pontos que disputou, conseguiu marcar apenas 3, sofrendo 3 derrotas. O meu time está a quatro pontos da zona do rebaixamento, e tem dois jogos antes da parada para a Copa. O próximo jogo é contra o Grêmio, nesse domingo, às 16 horas, e é lá no Sul, do jeito que as coisas estão andando para o nosso lado, um pontinho já é para comemorar, e até pular de alegria. Aí, ficará faltando apenas o jogo contra a Chapecoense, no Independência, na quarta-feira, 13/06, às 16 horas (?). Esta partida o Coelho terá obrigação de vencer para não terminar as 12 rodadas pré-Copa, na Z4 ou encostado nela. Na luta para permanecer na elite, a diretoria e o técnico Enderson Moreira têm que mudar algumas estratégias. A diretoria precisa contratar outro goleiro, do nível do João Ricardo, ou melhor, porque o Jory tem falhado muito. Na derrota para o São Paulo tomou um gol de falta, e um pênalti mal batido. E outro gol de falta na vitória contra o Atlético Paranaense, onde falhou feio. Todas as três bolas eram defensáveis. Os gols que tomou na quarta derrota do ano para o rival mineiro foi de deixar toda a torcida contrariadíssima. O primeiro de cabeça. O Jory tem que sair do gol nos cruzamentos na pequena área. E ele não tem feito isto em jogo nenhum. No segundo gol, no chute do Cazares, defendeu a bola para dentro do gol. Foi com a “mão mole” e falhou novamente. No terceiro, falhou a defesa inteira, que deixou o jogador atleticano conduzir a bola da defesa até a intermediária. Após o toque para o argentino, este tirou a bola do goleiro americano, que saiu do gol sem nenhuma convicção. Falta mais vontade, raça e confiança para o Jory. Por outro lado, o técnico tem que repensar a maneira de jogar, principalmente fora de casa. Na derrota para o Corinthians, o time tinha tudo para trazer um pontinho, mas... Já com cinco derrotas, se não mudar, o Enderson não ficará até o final do campeonato. Torço para que ele encontre as estratégias certas, e que o time mude de postura, e volte a marcar pontos. Tive que aguentar até gozação de atleticanos mais uma vez. Deste jeito, tá danado. Abraço verde.  

Colunas recentes de Rogério Augustus - Coluna do América

Nenhum resultado encontrado