Itaúna, 19 de novembro de 2017

Cadastro

04 de novembro de 2017 às 07h00 - Atualizado: 18 de novembro de 2017 às 10h00

Coluna do América

Na reta final da série B, o América vacilou novamente e voltou de Varginha com um empate com sabor de derrota, contra o Boa Esporte. A falta de concentração e de atenção da equipe no final da partida deixou a torcida contrariadíssima. Foram falhas e mais falhas. O goleiro, Fernando Leal, que substituiu o João Ricardo, fez boas defesas, mas falhou nos dois gols do Boa e a zaga americana deu muita bobeira. Ficou parada e olhando o time de Varginha reagir e empatar o jogo no último minuto. A frustação no minuto final foi de acabar com o final de semana. Que coisa horrorosa essa defesa americana. O nosso próximo jogo será hoje, sábado, 04, às 17h30 em Campinas, contra o Guarani. Resta a nós, sofrida torcida americana, esperar que o time pare de errar tanto, e encontre a alegria da vitória novamente.
Então vamos ao jogo contra o Boa: no primeiro tempo com o América melhor, mas errou muito. O time do Sul de Minas teve a melhor chance de marcar ao acertar a trave aos 20’. No 2º tempo o Coelho voltou “ligado na tomada” e logo aos 2’, o Felipe Amorim fez boa jogada pela direita e cruzou no capricho para Bill, que escorou de cabeça: Coelho 1x0. Aos 7’ Felipe Amorim sofreu penalty e o Bill fez Coelho 2x0. No 12º minuto, o Messias de cabeça, perdeu a chance de ampliar. Aos 26’ o Felipe Amorim, sozinho, cara a cara com o goleiro, chutou para fora. Foi-se aí a chance de matar o jogo. E com Hugo Cabral o América perdeu mais uma aos 34’. Então o Coelho “desligou” e aos 38’ o Boa descontou, depois do Fernando Leal sair errado em um cruzamento: (1x2). No final do jogo, o time da casa foi para o tudo ou nada, e o América não conseguiu sair da pressão. E o gol de empate saiu aos 49’ numa bobeira geral da zaga americana. Em um cruzamento sem nenhuma pretensão, a bola bateu no Mike do América, que ficou perdido, procurando a bola. O atacante do Boa aproveitou e cruzou, a zaga do Coelho ficou parada, assim como também o nosso goleiro. De cabeça, para “matar a torcida americana de raiva”, o Boa empatou. Final 2x2. Abraço verde.

Colunas recentes de Rogério Augustus - Coluna do América

Nenhum resultado encontrado