Itaúna, 21 de outubro de 2017

Cadastro

08 de abril de 2017 às 07h00 - Atualizado: 06 de maio de 2017 às 07h27

Coluna do América

O atual elenco americano é muito fraco para participar do Campeonato Brasileiro da Segundona deste ano. E isto ficou comprovado com a ridícula participação na Copa do Brasil e também na Primeira Liga. O desempenho nestas competições foi horrível. Na Copa do Brasil foi eliminado pelo Murici de Alagoas, time que nunca ouvi falar. Na Primeira Liga, em 3 jogos, marcou apenas 1 ponto. Enfrentou os times reservas do Flamengo e Grêmio e perdeu por 1x0, ambos os jogos, e não marcou nenhum gol. O único ponto foi contra o Ceará no 0x0 no Independência. O ataque continua o mesmo do Brasileiro do ano passado: não faz gol. E time que não marca, não vai a lugar nenhum. O time, insisto, é fraco para a série B. Para ter uma equipe competitiva é preciso um bom zagueiro, laterais direito e esquerdo de qualidade, um bom armador, um muito bom atacante, e um centroavante que faz gol.
No Brasileirão/2016 foram 23 gols em 38 jogos. No Mineiro/2017 foram 14 gols em 10 jogos, contra times de série D ou que nem disputarão o Campeonato de série alguma. Contra o Tupi (último jogo do Mineiro) custamos a empatar aos 44 minutos do segundo tempo (gol de Mike). Classificamos para as semifinais, mas a dupla Rapo-Galo é favoritíssima. Meu Coelho é um verdadeiro azarão nas apostas para chegar a final. Zero, zero, um por cento de chance. Também com um ataque tão ruim... Ainda falta enfrentar o Vila Nova, amanhã às 16h00 no Indepa. Será que os dirigentes americanos vão encontrar jogadores melhores? Espero que façam isto. Abraço verde.

Colunas recentes de Rogério Augustus - Coluna do América

Nenhum resultado encontrado