Itaúna, 15 de novembro de 2018

Cadastro

14 de julho de 2018 às 07h00 - Atualizado: 04 de agosto de 2018 às 10h18

A voz do povo

Estacionamento público é privatizado por cidadão

Estacionamento público é privatizado por cidadão - A coluna recebeu reclamação de que um cidadão, funcionário da Prefeitura, portador de deficiência e que trabalha na Secretaria de Regulação Urbana, estaria tomando para si uma vaga de estacionamento para deficientes, instalada próximo ao Posto de Saúde Central. O fato apontado é que o cidadão chega para trabalhar naquele local por volta de 7 horas e, mesmo havendo outras vagas desocupadas, ele estaciona seu veículo na citada vaga, e lá deixa o mesmo durante todo o dia. A reclamação é de que ele estaria “privatizando uma vaga de estacionamento público” e que a mesma deveria ser liberada quando há outras vagas a serem ocupadas, por ser a única destinada a deficientes nas imediações. O fato se agrava por ser a vaga próximo a uma unidade de saúde onde são atendidos vários deficientes todos os dias, que têm de buscar estacionamento em local muito distante, causando-lhes desconforto. Solicitam que o referido servidor “tenha consciência” e estacione em vagas normais quando essas estiverem livres, deixando assim a oportunidade para outras pessoas que necessitam utilizar a vaga destinada a deficientes.

Cão agressivo ameaça na Praça da Matriz - Um leitor da FOLHA entrou em contato para fazer um alerta às autoridades sobre um cão que está vagando pelas ruas e fica muito no trecho próximo à agência da Caixa Econômica. Segundo o leitor, que é veterinário, o cão está babando muito, o que demonstra possibilidade de problemas de saúde e bastante agressivo. Disse que o animal ameaça as pessoas que passam pelo local e pode acabar causando um acidente com graves proporções, caso não seja recolhido pelo pessoal da Zoonoses. Pede que esse recolhimento – ou alguma outra ação das autoridades responsáveis – seja ágil, antes que algo de grave possa ocorrer. Com a palavra os responsáveis.

Asfaltamento: satisfação e reclamações - A Prefeitura anunciou na semana passada o asfaltamento de várias ruas da cidade e deu início com a Melo Viana, seguida da Dr. José Gonçalves e, depois, Praça da Matriz. Como está ocorrendo interdição do trânsito, as obras têm causado uma enxurrada de reclamações que chegam à redação todos os dias. A “bagunça” no trânsito, o fato de o serviço só ser realizado no horário comercial, dentre outras reclamações, têm dominado as críticas. Mas o principal fator apontado é que em alguns trechos “são deixados para trás algumas partes”, como na esquina da Dr. José Gonçalves com Antônio de Matos. A preocupação dos reclamantes é de que nesses trechos “a emenda” vai gerar irregularidades. Outro questionamento feito é que as interdições estão causando muitos prejuízos para o comércio.

A voz do povo - A voz do povo

Espaço reservado para a comunidade itaunense.

Colunas recentes de A voz do povo - A voz do povo